OS SUPRIDORES

José Falero lança seu primeiro romance. Editado pela Todavia, Os Supridores chega precedido das críticas elogiosas a Vila Sapo, livro de contos que documenta a linguagem e o cotidiano da comunidade em que cresceu, na Lomba do Pinheiro em Porto Alegre. Em Os supridores, somos levados ao supermercado Fênix, na região central da capital gaúcha. É ali que trabalham Pedro e Marques, dupla que aos poucos veste a carapuça de um Dom Quixote e de um Sancho Pança amotinados. Moradores de “vila” (a favela no Sul), eles invertem o jogo mesmo que as consequências sejam graves. Os dois conhecem pessoas que traficam na periferia onde moram, por isso insistem em se manter na legalidade. Mas, diante de uma “seca” de maconha devido ao desinteresse dos traficantes em comercializá-la, e já cansados da exploração do trabalho, os dois amigos decidem entrar para o tráfico. É a única opção para melhorar de vida. E também uma recusa à desumanização do trabalho assalariado.

BERNARDINE EVARISTO

Garota, mulher, outras é um verdadeiro marco da ficção britânica. O romance causou furor quando publicado: venceu o Booker Prize em 2019, foi aclamado por nomes como Barack Obama, Roxane Gay, Ali Smith e Tom Stoppard e incluído nas listas de melhores livros do ano por veículos como The Guardian, Time, The Washington Post e The New Yorker.

Garota, mulher, outras

Bernardine Evaristo (Autor), Camila von Holdefer (Tradutor). 

São Paulo: Companhia das Letras, 2020. 514 p.

Folha de São Paulo, 21/11/2020